FiSA 2019 anuncia finalistas do Start-up Innovation Challenge

 


 

Nove empresas divididas em duas categorias chegam à final da competição. Divulgação dos vencedores e entrega dos prêmios acontecem no primeiro dia de evento, 20 de agosto.

 

A Informa Markets, organizadora da Food ingredients South America 2019, divulga os finalistas da premiação Start-up Innovation Challenge com as companhias concorrentes escolhidas pelo júri técnico. Nesta segunda edição do prêmio, foram escolhidos produtos nas categorias “Melhor Inovação em Produtos Alimentícios” e “Melhor Inovação em Ingredientes Alimentícios”.

 

“Observamos uma crescente preocupação dos participantes não apenas com a oferta de produtos e ingredientes mais saudáveis, mas também, com a inclusão de públicos com restrição alimentar – comenta Márcia Gonçalves, gerente da FiSA 2019 – e acreditamos que esta segunda edição da competição pode tornar esse mercado ainda mais abrangente, e por isso, inclusivo”.

 

Uma das responsáveis técnicas do prêmio, Aline Veloso, da Brickell Foods, comenta que “percebemos com as start-ups um crescimento do mercado, com empresas que estão olhando para o meio de alimentos como uma possibilidade de inovação, foram mais de 40 competidores na fase inicial. É tanto um mercado para essas criações independentes quanto para pessoas empreendedoras, buscando alternativas no mercado de alimentação. Gostamos do que apareceu, é um trabalho de valorizar a inovação, um nicho que era veiculado somente pelas grandes empresas”.

 

A Equilibrium, co-organizadora do prêmio junto da Informa Markets também faz parte do júri. Para a gerente de Novos Negócios Caroline Martinelli, “é uma satisfação acompanhar as inovações de ingredientes e produtos, que poderão fomentar o mercado, tanto para ecossistemas quanto para produtos que entregam nutrição, além de tendências em produtos plant-based, entre outros”.

 

Confira os finalistas

 

Finalistas da categoria Melhor Inovação em Produtos Alimentícios:

 

  • NHD com o V3ggie Snacks – salgadinhos assados 100% vegetais e apropriados para dieta vegana, sempre com três vegetais diferentes em cada sabor.
  • Mandala com o Brownie 100% cacau, com gotas de chocolate orgânico e livre de 20 alergênicos e derivados.
  • Unimilk com Iogurte Moo – Iogurte skyr ao estilo islandês, é um dessorado com ingredientes simples: leite de vaca e fermentos lácteos, sem conservantes.
  • Vida Veg com GregoVeg, iogurte vegano estilo grego. Sem leite, zero lactose, sem glúten e zero colesterol.
  • YO.U Foods, com a sopa pronta em garrafa YO.U Drink-me, produto inédito no Brasil. Sem aditivos, utiliza vegetais não perfeitos e tem shelf-life de seis meses.

 

Finalistas da categoria Melhor Inovação em Ingredientes Alimentícios:

 

 

  • Lasenor com Giralec – lecitina de girassol, livre de agentes alergênicos da soja, e livre de transgênicos. A substituição é na proporção 1:1, e não altera o método de aplicação.
  • Noviga com Solva Pro – ingrediente que promove estrutura cristalina homogênea de gordura, aprisionando uma maior quantidade de óleo adicionado. Dessa forma, permite reduzir a quantidade de gordura saturada de produtos alimentícios.
  • Paixão Vegan com Carne de Jaca Verde – pronta para ser utilizada como substituta de carnes brancas desfiadas, como frango ou peixe. Sem conservantes, corantes ou aditivos.
  • Yosen, com Hydromega – ômega-3 solúvel em água, que pode facilmente ser acrescentado em sucos, ou outros alimentos, e até mesmo consumido diluído em água. O produto é obtido a partir de nanotecnologia, e de fácil uso para o consumidor final ou outras indústrias.

 

 

O que mais dizem os jurados

 

Entre outros jurados, a avaliação também foi positiva. “Um prêmio como esse é importante porque a concorrência é cada vez maior nesse mercado, tanto para alimentos quanto para bebidas, e podemos ajudar as start-ups a se posicionarem melhor junto ao consumidor, capacitando as empresas e tornando-as mais competitivas. Existem muitos produtos e conceitos novos, e as companhias têm a chance de melhorar o pitching, e como se apresentar ao público”, opina a consultora Angélica Salado, da Euromonitor International.

 

Do ITAL – Instituto de Tecnologia de Alimentos, Paulo Eduardo da Rocha Tavares, responsável de P&D, comenta que a apresentação é interessante porque “qualificamos e quantificamos o que é viável para se produzir e inovar em termos gerais de processo. Esperamos ver produtos novos e viáveis a serem implementados. São processos embrionários, e que podem ter pontos a serem trabalhados, mas o prêmio é interessante porque vemos para onde as novas companhias estão olhando, qual a tendência para novos horizontes”.

 

“São novas tendências de diferenciação, saudabilidade. É um desafio para a indústria, então é um momento oportuno, no qual vemos soluções diferenciadas e que têm potencial de mercado, com possiblidade de escalonamento” diz Cíntia Maretto, consultora de Negócios do Sebrae-SP.

 

Augusto Terra, CEO da FoodVentures acredita que “é muito interessante ver a disponibilidade dessas empresas querendo atingir um mercado muito grande, e é valioso que a FiSA tenha esse papel de viabilizar este prêmio. É uma porta de análise para grandes empresas do que está por vir”.

 

O vencedor de cada categoria será anunciado no dia 20 de agosto, às 20h00, no restaurante da Fi South America. Entre os prêmios estão: estande de 9m², com montagem inclusa, na próxima edição da FiSA ou ações de marketing para o banco de dados do evento; mentoria em marketing nutricional prestada pela Equilibrium Consultoria; e solução integrada para determinação de vida de prateleira do produto ganhador e incubação tecnológica da start-up durante o período de um ano, disponibilizada pelo Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (SENAI).

 

Serviço:

23ª Food ingredients South America

De 20 a 22 de agosto de 2019, das 13h às 20h

Local: Transamerica Expo Center

Av. Dr. Mário Villas Boas Rodrigues, 387 – Santo Amaro – São Paulo (SP)

Site: www.fi-events.com.br

Desenvolvido por KYU design gráfico